Financiamento de carro é um dos grandes vilões do orçamento familiar. Durante a compra do carro não temos ideia do peso das parcelas no nosso dia-a-dia. Para quem não tem nem ideia dos gastos mensais é muito fácil aceitar uma parcela mais alta do que o suportável. O resultado? Dívidas, empréstimos e o atraso da parcela. E o que acontece quando atrasamos a parcela do carro?

Se você perguntar a 10 pessoas, você vai ter 10 respostas diferentes, mas provavelmente nenhuma correta. Vamos acabar com os mitos:

-VOCÊ NÃO PODE IR PRESO POR ATRASAR O FINANCIAMENTO DO CARRO

-VOCÊ NÃO PERDERÁ O CARRO EM UMA BLITZ DA POLÍCIA

– O BANCO NÃO IRÁ PEGAR SEU CARRO UM DIA APÓS ATRASAR A SEGUNDA PARCELA

Esses são os mitos mais comuns. O que acontece realmente?

Assim que você atrasar a primeira parcela do financiamento o banco irá entrar em contato para que você pague a parcela. A partir da segunda ele irá tentar renegociar a parcela. Normalmente isso é feito por uma empresa terceirizada e essa empresa tem mais ou menos 30 dias para conseguir um acordo com você. Se não tiver sucesso a dívida pode ser vendida novamente. Muito cuidado, várias mentiras são contadas durante essas negociações. As vezes os juros cobrados por essas empresas pode ser extrapolado. Se tiver dúvida consulte um advogado.

Para você perder o carro o banco terá de entrar com um mandato de busca e apreensão, e a apreensão só será liberada após o mandato ser autorizado. Para o banco muitas vezes não é vantajoso realizar a busca e apreensão pois o carro irá a leilão e pode ser que o valor recebido no leilão seja baixo.

Está com parcelas do financiamento atrasado? Não se desespere, tente um acordo, reveja suas finanças. Muitas vezes o financiamento não cabe mesmo no seu orçamento. Se for esse o seu caso, procure um banco e veja as opções disponíveis. O primeiro passo para sair de um buraco é parar de cavar ele!