Hoje li uma notícia que me deixou muito abalada. Ao que tudo indica a o pai matou a família pois estava com problemas financeiros e no trabalho. Eu só posso tentar imaginar o que levou o pai a cometer esse ato, talvez nunca saberemos o que realmente aconteceu, mas a situação toda mostra a realidade de como tratamos nossas finanças.

A família morava em um prédio luxuoso em um bairro nobre do Rio de Janeiro. Provavelmente o pai se esforçava ao máximo para não deixar transparecer a verdadeira situação financeira aos seus filhos, o mesmo comportamento devia acontecer em relação aos vizinhos. Empréstimos, cheque especial, a possibilidade de perder seus bens, é muito provável que isso tudo fizesse parte do dia-a-dia do casal. Soma-se isso a crise ecônomica e a dificuldade de conseguir dinheiro no trabalho. É uma bola de neve! Pressão dos dois lados, o que fazer? Admitir que está tudo perdido, vender tudo, começar uma nova vida? Ou deixar-se engolir pelo orgulho?

É muito díficil se colocar na pele de outra pessoa, é muito fácil julgar. Não quero fazer isso! Meu intuito com esse post é expor minha “filosofia”: DINHEIRO NÃO PODE CAUSAR INFELICIDADE! Ele pode ser motivo de alegria, de comemoração, mas nunca deve ser motivo de tristeza, quanto mais de destruição de um família. Eu sei que pode parecer utopia isso que falei agora, mas devemos fazer de tudo para que tenhamos controle do nosso dinheiro e não o contrário! Hoje eu tenho certeza que eu controlo meu dinheiro, mas chegar até aqui não foi nada fácil. Passei noites em claro (como muitas pessoas passam) pensando em como iria pagar aquela tonelada de contas que eu tinha. Quebrei essas amarras com estudo, dedicação e sabendo que lidar com o dinheiro não é nada mais que um exercício de planejamento. Pergunte a qualquer pessoa bem sucedida que eu tenho certeza que ela vai endossar minhas palavras.

A partir desse momento gostaria que você mudasse o jogo, que o dinheiro não controle mais você. Comece sua mudança HOJE, AGORA!!! É uma jornada que para algumas pessoas pode parecer muito longa, mas lembre, toda a viagem deve ser percorrida metro a metro, independente da distância. Eu estou aqui para te ajudar, independente se você queira fazer seu planejamento comigo ou não. Tem alguma dúvida? Me manda um email, vou fazer de tudo para pelo menos te guiar num caminho correto.

Não deixe o dinheiro destruir sua vida.