Ela chegou do shopping carregada de sacolas. Se apressou para esconder suas compras, porém o marido chegou antes do horário usual e a pegou de surpresa. Uma longa discussão estava prestes a começar…

Essa cena ocorre diariamente com milhares de casais. Casamentos, noivados, namoros que eram pra ser e não foram. Muda-se o contexto, muda-se o motivo, porém a causa do rompimento se repete diversas vezes: DINHEIRO.

Fico inquieta em saber que isso podia ser evitado com uma conversa aberta entre o casal, com um planejamento financeiro bem feito. Como você pode fazer isso? Se eu te disser que é fácil estarei mentindo. Somos muito egoístas quando se trata de dinheiro, mesmo quando estamos falando com a pessoa que escolhemos passar o resto de nossas vidas. Coloque na mesa suas expectativas, estabeleça limites sensatos, escute seu parceiro. É muito comum acusarmos nossos companheiros injustamente de serem os responsáveis pela conta no vermelho porém quando fazemos uma planilha com nossos gastos pessoais o papel (ou a tela do computador) podem revelar que o gastão é você mesmo.

Brigas sobre dinheiro são como cáries: começam pequenas, inofensivas. Se você decide resolve-las no começo o tratamento é fácil e indolor. Ignore-as e a sua presença será cada vez mais sentida, corroendo aos poucos suas fundações. Ao fim nada mais sobrará somente dor e o arrependimento de ter ignorado os sinais no inicio. Se teu relacionamento sofre por causa das suas finanças fica aqui sua “lição de casa”: proponha ao seu companheiro uma conversa sobre dinheiro o mais rápido possível. Vá com a cabeça aberta, escutem atenciosamente um ao outro, descubra o que incomoda no comportamento financeiro de vocês. VAI DOER. Mas vai doer muito mais perder aquela pessoa que você tanto amou por causa de um pedaço de papel.