Economias Burras!

Economias Burras!

Tem gente que faz de tudo pra economizar dinheiro. E muito comumente essas pessoas fazem aquilo que eu chamo de economias burras! E o que são economias burras? Vou explicar: Imagine que você gaste 200 reais por mês para que o jardineiro corte sua grama.

O pão duro fica incomodado com isso e resolve comprar um cortador de grama para economizar esses 200 reais. “O cortador custa 1200 reais, logo em 6 meses recupero todo meu investimento e nos próximos meses não vou precisar mais pagar o jardineiro!”.

No primeiro mês o sovina demora uma tarde inteira para cortar a grama e passa metade da manhã para limpar  sujeira. No segundo a mesma coisa, e ele percebe que não tirou corretamente as ervas daninhas no primeiro mês e por isso tem que perder mais 3 horas tirando elas.

No terceiro mês ele prorroga a jardinagem pois não aguenta mais tanto trabalho. No quarto mês sua esposa já está com medo das cobras que podem aparecer no jardim e obriga o marido a chamar o jardineiro.

O jardineiro vê toda aquela situação e resolve cobrar 400 reais pelo trabalho extra. O gasto chega como uma faca no coração do marido, mas ele não tem escolha! Ele odeia cortar a grama.

E o cortador de grama? Fica jogado num canto pegando pó. Nunca mais o mão de vaca vai querer cortar a grama e paga os 200 reais ao mês com prazer ao jardineiro

Isso é só um exemplo, mas são várias as economias burras que fazemos. Eu tenho um lema quando compro algo de valor: Pague bem mas pague somente uma vez! O que isso significa? Se eu preciso comprar uma TV eu não irei comprar uma TV com um tamanho menor e de uma marca desconhecida só para economizar 500 reais.

Sei que em alguns meses vou me aborrecer com essa compra e em pouco tempo vou comprar a TV de marca boa e do tamanho certo para satisfazer minha necessidade. É a mesma situação de pessoas que compram sapatos de números menores em liquidação e nunca mais conseguem usar o par!

Com certeza você já fez uma economia burra! Quero saber qual foi a última situação dessas que você passou

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *